SENADOR MAGNO MALTA VISITA SENEGAL COM COMITIVA, mas, PASTOR PRESBITERIANO E MISSIONÁRIA CONTINUAM PRESOS (mais de 18 dias)

Posted: Novembro 27, 2012 in Blogs Recomendados

Rev. Jucelino Souza
Via Site Magno Malta

“Queridos,
Hoje mais uma vez foram somente 10 minutinhos de visita.
Jose Dilson me falou que o diretor do presidio disse que em 34 anos de trabalho dentro daquela prisao nunca viu alguem receber visitas de autoridades provindas do seu país, como vira com Jose Dilson e Zeneide, nem de autoridades locais como o acompanhamento de nossa embaixada aqui no Senegal. Isso realmente foi um testemunho muito grande.
Hoje vi meu amado esposo, guerreiro do Senhor muito cansado, e um pouco mais abatido…os dias vao se prolongando … e o cansaco chega, pois ele nao consegue dormir. Ja sao 18 dias.
Por favor, nao esquecam de continuar orando! Segunda feira os advogados estarao com o juiz. Orem por este encontro. Que esse juiz seja tocado de tal maneira que nao descanse enquanto nao cuidar deste assunto”. facebook: Jose Dilson E Marli

Magno Malta visita brasileiros no Centro de Detenção do Senegal (22.11.2012)

Senador Magno Malta (PR/ES) e os deputados federais, Paulo Freire e Roberta Fonseca, visitaram na carceragem de Mbour, na África, os missionários José Dilson da Silve e Zeneide Novaes, presos há 15 dias, acusados de recolher menores de ruas sem autorização dos pais.

A comitiva oficial brasileira na África, pela primeira vez, ouviu pessoalmente a versão do próprio pastor presbiteriano, José Dilson da Silva e da missionária Zeneide Novaes, membros do projeto assistencial Obadias, que retira menores de rua em total estado de pobreza. Por telefone, senador Magno Malta revelou que nada consta contra os brasileiros acusados por pais mulçumanos, mas uma negligência do advogado que não registrou devidamente o estatuto do projeto evangélico na África.

Senador Magno Malta ficou emocionado ao sentir a determinação e dignidade dos missionários pela obra que estão fazendo em um país pobre com 400 mil crianças abandonadas na ruas.

“É difícil segurar lagrimas. São inocentes presos no cumprimento de uma nobre missão de paz”,

disse Magno.

Pastor José Dilson e a missionária Zeneide foram ouvidos na presença do diretor do presídio. Ambos negaram o ter convertido um menor de idade ao cristianismo.

“Com absoluta certeza, a questão religiosa é o motivo principal da prisão, já que a denúncia foi feita por um pai mulçumano”, explicou Magno.

Senador Malta também ficou estarrecido com as condições do presídio de Thiés, que tem capacidade para 400 presos e tem mais de 1200.

“Oramos com os acusados e sensibilizamos o diretor que prometeu fazer relatório em defesa da boa conduta dos brasileiros”, enfatizou Magno.

Para o senador,

“trata-se de um crise política religiosa entre os Brasil e Senegal, mas a comitiva brasileira não deve colocar mais lenha na fogueira e buscar esperança no parlamento que será visitado nesta sexta-feira. A comoção entre os cristão em todo o mundo é grande e temos a responsabilidade de tirar os acusados da cadeia”, finalizou Magno Malta.

Magno recebido com comoção em Dakar e visita missionários presos (21.11.2012)

Senador Magno Malta (PR/ES), deputado federal, Paulo Freire (PR/SP) e deputado federal, Ronaldo Fonseca (PR/ES) estão em missão oficial na África com objetivo de esclarecer a situação penal dos missionários brasileiro detido no Senegal

Via telefone, senador Magno Malta informou ontem que a comitiva brasileira enviada pelo Congresso Nacional desembarcou em Dakar sendo recebida com comoção pelos evangélicos e familiares do pastor José Dilson da Silva e da Missionária Zeneide Novaes, presos na semana passada, acusados de recolher menores de ruas sem autorização

“O clima é favorável e a comunidade cristã na África está unida para valer a justiça e corrigir o imbróglio envolvendo os membros do nobre projeto Obadias, que trabalha na recuperação de crianças em total estado de pobreza e miséria”, disse Magno Malta.

Na semana passada, o pastor da Missão Presbiteriana do Brasil, José Dilson Silva e Missionária Zeneide Moreira Novais, foram detidos em Thiés, Senegal, acusados de evangelização de crianças e abrigar menores de ruas sem autorização. “Esta missão na África, mantida pela Igreja Presbiteriana é uma dádiva. Trata-se de um orfanato escola, uma obra social significativa. O casal brasileiro foi preso e já será julgado. Eu sou conhecido pela minha defesa em favor das crianças no Brasil e estou aqui para fazer justiça a este trabalho digno. Um pai denunciou que o filho deixou de ser mulçumano após ser resgatado da sarjeta”. Estamos em missão oficial e visitamos o casal preso ,agora, vamos falar com as autoridades locais”, explicou Magno Malta.

Antes de embarcar na última segunda-feira, Magno Malta esteve na embaixada do Senegal em Brasília e foi atendido por uma autoridade correta e educada.

“O Senegal é laico e não vamos cometer nenhuma injustiça. Trata-se de um caso que precisa ser esclarecido melhor, garantiu-me o embaixador El Hadji Abdoul Aziz”, informou o senador.

A previsão de retorno da comitiva brasileira é no sábado, mas o objetivo principal é conseguir a liberdade dos religiosos que estão com problemas de saúde, sem assistência e recolhido em um presídio há 100 quilômetros de Dakar, em péssimas condições.

“Estamos representando o interesse do Brasil e não deixaremos nosso irmãos abandonados em qualquer assistência. Este está sendo acompanhando direto pela presidenta Dilma Rousseff”

, esclarece Magno que esteve no Centro de Detenção de Thiés, na província de Mbour.

No Brasil, os familiares do pastor José Dilson e da missionária Zeneide Novaes, que residem na Bahia estão traumatizados.

“Temos fé que o senador Magno Malta, pela sua vasta experiência, vai sensibilizar os africanos e teremos de volta nossos irmãos, inocentemente, encarcerados como bandidos perigosos em um país distantes”,

comunicou o Reverendo da Igreja Presbiteriana Roberto Silva, responsável pelo Projeto Obadias no exterior.

Magno Malta quer liberdade para missionários presos no Senegal (14.11.2012)

Senador Magno Malta (PR/ES) preferiu discurso no plenário intercedendo pelos cristãos brasileiros detidos no Senegal e em audiência com o embaixador El Hadji Abdoul Aziz, em Brasília, solicitando providências diplomáticas.

Na semana passada, o pastor da Missão Presbiteriana do Brasil, José Dilson Silva e Missionária Zeneide Moreira Novais, foram detidos em Thiés, Senegal, acusados de evangelização de crianças e abrigar menores de ruas sem autorização. Os brasileiros estavam no exterior participando do projeto Obadias, que recupera e traz dignidade para crianças que vivem em completo abandono, vítimas de maus tratos e abusos.

“Um casal de missionários, gente simples e de bem, do interior da Bahia, sempre demonstrou uma grande vontade de auxiliar os irmãos africanos”, enfatizou Malta no plenário.

“Esta missão na África, mantida pela Igreja Presbiteriana é uma dádiva. Trata-se de um orfanato escola, uma obra social significativa. O casal brasileiro foi preso e já será julgado. Eu sou conhecido pela minha defesa em favor das crianças no Brasil e estou aqui para fazer justiça a este trabalho digno. Um pai denunciou que o filho deixou de ser mulçumano”, explicou Malta.

Magno informou que estava chegando da embaixada e foi atendido por um homem correto e educado.

“O Senegal é laico e não vamos cometer nenhuma injustiça. Trata-se de um caso que precisa ser esclarecido melhor, garantiu-me o embaixador El Hadji Abdoul Aziz”, informou o senador.

A Comissão de Direitos Humanos também vai investigar os fatos que fere a liberdade de culto. Magno Malta quer ir até o Senegal para ouvir os brasileiros detidos. “Estou solicitando ao senado que forme uma comissão para que possamos ir até os nossos irmãos e evitar os exageros. É um país irmão e temos que tratar este assunto com responsabilidade, frisou Magno.

Pela forma respeitosa com que foi tratado, Magno agradeceu ao embaixador El Hadji Abdoul Aziz. O senador Walter Pinheiro (PT/BA) também apoiou a iniciativa de Magno Malta e pediu atenção da presidenta Dilma Rouseff para que acompanhe os acontecimentos neste caso religioso internacional.

Pastor Odinei Ferreira de Oliveira é presidente da Ordem de Ministros Evangélicos da Bahia e a missionária Zeneide vem de uma família cristã de grande trabalho prestado na recuperação de crianças e adolescentes.

“Estou de malas prontas para o Senegal e não permitirei nenhuma injustiça contra o povo de Deus. Sou grato ao embaixador que prometeu interceder em favor do Brasil”, finalizou Magno Malta.

FONTE: Site Oficial do Senador Magno Malta
Acesse: http://www.magnomalta.com/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=2684:magno-malta-quer-liberdade-para-missionarios-presos-no-senegal&catid=27:outras-notas&Itemid=45

Rev. Jucelino Souza
Twitter: http://twitter.com/jucelinosouza
Facebook: https://www.facebook.com/rev.jucelinosouza
E-mail: jucelinofs@yahoo.com.br

Comentários
  1. Jonas Costa diz:

    Como pode uma comitiva com um Senador e dois deputados vão ao pais e nao liberta os missionarios? O que houve com a determinação do Senador? Ele falou em crise entre os dois países, mas que crise se ele mesmo afirma que o advogado foi negligente! Ora se o advogado foi negligente então nao seria ele, o advogado a ser preso e no mínimo processado?

    Em nenhum lugar vi quantas crianças o tal pastor abriga em seu orfanato, curioso falarem em 400 mil crianças de rua e nao aparecer nem uma foto das ….(nao sei quantas crianças) o tal pastor abriga, e se abriga muitas pois 400 mil na rua ele com todo esse barulho deveria ter umas 100 pelo menos o que ja seria vergonhoso pelo tamanho da tragédia!

    Se o advogado errou nao era certo que haveria de se esperar que os documentos estivessem prontos para depois abrigar-se as crianças? E se ha arbitrariedades no pais, porque dois advogados contratados pela embaixada ou pelos Presbiterianos nao tomam nenhuma atitude internacional para a libertação pelo governo Brasileiro de fato!

    Gostaria que publicassem nesse site que creio ser serio, um relatório do que esse pastor tem feito lá nos últimos 12 meses….publiquem que eu gostaria de saber….muito obrigado!

    • Jonas Costa diz:

      Injustiça contra o povo de Deus? Se o Senador Magno não permitir isso como Deus poderá agir com poder para milagrosamente libertar o tal injustiçado, não sou a favor de injustiça mas acho estranho a movimentação feita em torno do caso, o Senador já voltou e os missionários continuam presos o que houve, não é injustiça ou Deus estaria deixando o pastor preso.

      Temos que orar pelo o que agora, desde o primeiro dia se ora por algo, afora o juiz vai ouvir os dois advogados, vamos orar por isso agora então…será que não tem algo errado nisso? Os motivos de oração!

      Eu sugeriria que orássemos pelo pai da criança sobre quem nada se fala, sobre o que ele sentiu, será que foi bem tratado ao procurar o filho em uma instituição cuja profissão de fé nao é a mesma sua? Nunca ouvi falar em perseguição religiosa no Senegal, consultando sobre o país, consta que é LAICO e DEMOCRÁTICO!

      Somente essas coisas queria questionar? Obrigado!

    • jucelinosouza diz:

      Caro Jonas Costa leia o post mais recente deste Blog.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s