A voz do sangue de teu irmão clama da terra a mim – UM GRITO SILENCIOSO

Posted: Abril 12, 2012 in Blogs Recomendados
Etiquetas:, ,

Rev. Jucelino Souza

“A voz do sangue de teu irmão clama da terra a mim”
“La voz de la sangre de tu hermano clama á mí desde la tierra”
“The voice of thy brother’s blood is crying unto Me from the ground”

A questão que está sendo julgada pelo Supremo faz parte da história da família da empresária Ana Catarina Matos. No ano 2000, a irmã dela, Ana Cecília Nunes Silva, que hoje é missionária no Chile, descobriu que estava grávida de um bebê com anencefalia. Maria Tereza nasceu em dezembro de 2000 e viveu até março de 2001.

“Minha irmã viveu com muita dignidade o desafio que foi colocado diante dela. Nós da família ficamos preocupados no início, mas tínhamos certeza de que ela optaria pela vida. Minha irmã não extirpou o sofrimento”, diz.

Para a empresária, a gravidez da irmã e os meses de vida de Maria Tereza foram engrandecedores do ponto de vista humano. “Fortalecemos nossos valores na figura dela, que não tinha a perfeição do corpo, mas tinha a perfeição do espírito. Maria Tereza sorria, interagia, foi muito amada e amou também. Foram meses muito intensos”.

A maioria do votos dos ministros pela interrupção da gravidez, ontem, representa para Catarina, a intervenção do Estado no desenvolvimento de novos valores e de uma nova cultura para o povo brasileiro. “A lei tem que ser humana. Não acredito em uma lei que destrua os valores da família”, destacou.

UM POEMA SOBRE O ABORTO

De uma relação amorosa
Tão belo nasci,
Sou tal qual o perfume da rosa,
Eis-me aqui.

No momento sou um feto;
Não sou bem enxergado,
Mas daqui algum tempo nascerei
E mostrarei um amor invejado.

Quão grande alegria irei sentir
Quando em teu colo eu me deitar,
Quando em teus braços eu argüir
E em teu coração pra sempre ficar.

Prometo-lhe mamãe ser pra ti bela,
A terei como amiga em todo momento;
Tenho certeza que serei singela
E lhe mostrarei todo meu sentimento.

Tajudarei na hora da dor,
Tabandonar nunca, jamais,
Enfrentarei o problema contigo seja lá qual for.
Deixa-la sozinha eu não seria capaz.

Te amo mamãe querida,
Seja forte,
Não faça de mim uma despedida
E não decrete o fim da minha sorte.

Deixe-me nascer.
Oh, mãezinha, eu só quero te ver;
Dá-me nove meses do teu ser,
Não impeça-me de viver.

Avistar o teu rosto
É o meu intento;
Ter ao nascer da vida um gosto
É o que pretendo.

Que bom seria te contemplar;
Realize esse meu sonho,
O sonho de ao teu lado estar;
Não o torne abstrato e tristonho.

Faze-me de tua vida uma vida,
Um sorriso plasmado,
Mas não sem desmedida.
Torne-me um desejo de vida estampado.

Mãezinha, o que está havendo?
Eu não sei o que está acontecendo.
Por que estás assim fazendo?
Não vê que eu estou tremendo?

Sinto que vou perdê-la;
Não sei mais o que fazer;
Acho que nunca mais irei vê-la;
Como irei sobreviver?

As minhas forças se esvaem
E o meu coração chora.
Minhas esperanças se decaem
E a vida me é tirada.

Sinto muito mãezinha por não conseguir ser
O que a senhora desejaria ter;
Eu posso mil forças fazer,
Mas tu não queres que o meu amor em ti venha nascer.

Estou muito triste mãezinha,
Mas o meu amor lhe concede o perdão.
Não se sinta em hipótese alguma sozinha,
Pois estarás pra sempre em meu coração.

Sinto muito mamãe…

NOTA: O meu sincero desejo, é que esta poesia sensibilize, quem por um motivo ou outro, pensa em abortar. O feto, não importa o seu tempo de vida, já é uma vida e tem sentimento. Infelizmente, em 1994, quando eu escrevi esta poesia a pedido de um amigo, que me disse que sua namorada pensava em abortar seu filho, mesmo após tomar conhecimento desse diálogo, abortou.

FONTES:
Acesse:
http://www.webartigos.com/artigos/aborto-de-um-feto/17804/
http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=1125948

Rev. Jucelino Souza
Twitter: http://twitter.com/jucelinosouza
Facebook: https://www.facebook.com/pages/Rev-Jucelino-Souza/273821809317860
E-mail: jucelinofs@yahoo.com.br

Anúncios
Comentários
  1. Diácono Orlando Tito diz:

    BELISSIMA POESIA.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s