Marta confirma votação de projeto contra homofobia na próxima semana – PLC-122

Posted: Dezembro 1, 2011 in Blogs Recomendados
Etiquetas:

Rev. Jucelino Souza
via Senado Federal – Plenário – Pronunciamentos

A senadora Marta Suplicy (PT-SP) confirmou que o projeto de lei que criminaliza a homofobia (PLC 122/2006) deverá ser votado na próxima semana, na quinta-feira (8), a partir das 9h, na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH).

Ela afirmou, no Plenário, que apresentará substitutivo ao projeto original, que foi alvo de polêmica por criminalizar as manifestações contrárias à homossexualidade. Pouco depois do anúncio de Marta Suplicy, o senador Magno Malta (PR-ES) convocou os senadores da Frente Parlamentar em Defesa da Família, contrária ao projeto, para “sepultá-lo de vez” na CDH.

Marta Suplicy lembrou o aniversário de nascimento nesta quarta-feira (30) do jovem Alexandre Ivo, assassinado aos 14 anos. Ele foi morto em 2009, após ser torturado por pelo menos dois jovens, que aguardam o julgamento em liberdade.

– Alexandre teve a vida ceifada pela homofobia, preconceito e ódio. Foi barbaramente torturado e morto – afirmou a senadora.

Ela homenageou Angélica Ivo, mãe do rapaz, que, segundo ela, transformou a dor da perda do filho lutando contra a homofobia e clamando por justiça.

Da Redação / Agência Senado
Acesse: http://www.senado.gov.br/noticias/marta-suplicy-confirma-que-plc-1222006-sera-votado-na-semana-que-vem-e-magno-malta-convoca-frente-da-familia.aspx

Rev. Jucelino Souza
Twitter: http://twitter.com/jucelinosouza
E-mail: jucelinofs@yahoo.com.br

Advertisements
Comentários
  1. abraaoisvi diz:

    Ridícula mesmo essa Marta, o Alexandre Ivo, nem mesmo era homossexual. Os grupos LGBT frequentemente tentam engrossar os indíces de assassinatos de homossexuais, claro, morrem menos de 300 deles por ano contra 50.000 brasileiros que são assassinados no mesmo período. Tinha um primo, que infelizmente era homossexual, viveu alguns anos nessa vida, porém foi ceifado repentinamente, quando menos se esperava, foi morto dentro de casa, por uma pessoa de sua convivência. Na cena do crime, não havia sinais de luta corporal, nem de invasão, mas havia sinais de relações sexuais, inclusive uma camisinha usada foi encontrada no local. E oq os grupos LGBT alegaram? Claro! Que foi crime de ódio, que foi homofobia, o mais engraçado de tudo isso é que as circunstâncias do crime indicam justamente o contrário, a polícia ainda investiga o assassinato. Ele vivia com um cara, mas esse alega que não estava em casa no dia do crime.

    • jucelinosouza diz:

      Caro, Abraão,

      Permita-me uma pergunta: O Ivo não era Homossexual,podes me dar mais detalhe< fico grato.

      • Abraao diz:

        Veja esta noticia, http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2010/06/decretada-prisao-de-suspeitos-de-matar-jovem-em-sao-goncalo.html eu vi uma entrevista dela q negava q ele fosse homossexual, ou pelo menos deu a entender isso.

      • jucelinosouza diz:

        Realmente em nenhum momento da reportagem Ivo é tratado como sendo homossexual, nem pelo jornalista, nem pela polícia, nem mesmo por sua mão de forma explícita. O suposto grupo assassino é que aparece como eventuais homofóbicos, contudo o caso tem mais haver com briga de festa do que perseguição a gays. É lamentável, essa senhora Senadora é oportunista, está disposta a todo custo fazer com que esse movimento ao qual ela protege, apareça como vítima e ainda, tem o descaramento de associar estas atitudes de criminosos aos evangélicos, que nunca machucaram, ofederam ou mataram quaisquer pessoas, muito menos homossexuais.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s